Cuidados de Higiene - Cuidar do pêlo Enviar por E-mail
Escrito por Alda Coutinho   
Indíce do artigo
Cuidados de Higiene
Cuidar do pêlo
Todas as páginas

Cuidar do pêlo:


O Yorkshire não muda o pêlo duas vezes por ano como a maioria das raças. Os poucos pêlos que perdem ficam agarrados á escova ou ao pente. Não têm sub pêlo, e os seus pêlos são como cabelos humanos. Por isso exigem cuidados diários, e um tratamento diferente da maioria das restantes raças.
Convém habituar o cão de pequenino aos cuidados diários de higiene, caso contrário poderá reagir mal depois de adulto.
O Yorkshire deve de ser escovado todos os dias (ou pelo menos dia sim, dia não) para evitar a formação de nós, e para retirar possível sujidade que esteja agarrada ao pêlo. Use uma escova de pinos com almofada de ar e sem bolinhas nas pontas.
Evite penteá-lo com o pêlo demasiado seco. Sempre que pentear o seu Yorkie pode usar um spray próprio, ou caso o pêlo não esteja hidratado com óleo, pode vaporizar com um bocado de óleo de amêndoas doces misturado com água.
Penteie sempre no sentido do crescimento dos pêlos. Na cabeça, patas, e cauda, use um pente.
Se o pêlo do seu Yorkie tiver demasiados nós, use um spray próprio para retirar nós (á venda em lojas de animais). Aplique o spray e deixe actuar (geralmente 10 minutos), de seguida tente desembaraçar o nó com os dedos, depois com o pente. Se necessário volte a aplicar o spray. Segure o pêlo por detrás do nó e só depois com o pente tente desfazê-lo, para que animal não sinta dor. Se o nó persistir em não sair, terá que com a tesoura ir cortando partes do nó, e ir tentando desfazê-lo.
Depois de garantir que não tem mais nós, pode passar pelo pêlo uma escova de cerda natural, para retirar sujidade e dar lustro ao pêlo.

O penteado:

O pêlo do corpo deve de pender igualmente para ambos os lados. Faça um risco ao meio, a direito, desde o início do pescoço até á ponta da cauda.

Na cabeça deve-se de prender o pêlo com um elástico pequeno (em borracha ou tecido), para evitar que o pêlo vá para os olhos e provoque irritações.

Com um pente puxe para cima todos os pêlos a partir do canto dos olhos. Não coloque o elástico demasiado apertado, coloque-e de maneira a que caso o cão coce nessa zona o pêlo se consiga libertar do elástico, caso contrário irá parti-lo com as unhas.
É normal que ele tente retirar o elástico nas primeiras vezes. Alguns cães estranham a presença de objectos estranhos no corpo (tal como nós estranhamos quando colocamos óculos ou um relógio pela primeira vez), mas não desista de colocar, depois de algum tempo quase todos acabam por se habituar.

Com o elástico prenda o pêlo.

Se quiser dar um passeio na rua, pode colocar um lacinho depois de colocado o elástico.

 

O banho:

A partir dos 3 meses e meio de idade (ou 15 dias depois de completar o plano de vacinação) pode começar a dar banho ao seu Yorkie. Até aos 5 ou 6 meses (dependendo da qualidade de pêlo) basta um banho quinzenal, ou até mesmo mensal. A partir dessa idade, o Yorkshire deverá começar a tomar banho todos os 8 a 15 dias (consoante o estado do pêlo, e os resultados que pretende).
Se o seu Yorkie tem o pêlo cortado então basta apenas um banho mensal, ou quando estiver sujo.
A escolha do champô é muito importante. Use um champô adequado para Yorkshire.

Antes do Banho:

Antes do banho desembarace o pêlo com os dedos, depois passe cuidadosamente a escova de maneira a não romper o pêlo caso haja nós. Se os nós apresentarem alguma dificuldade em se desembaraçarem, use um spray próprio para desembaraçar.

O banho:

Depois dos nós estarem desembaraçados, coloque o cão na banheira sobre um tapete antiderrapante. Se o seu Yorkie é ainda um cachorro, e se você não tem experiência a dar banho a cachorros, pegue num pedacinho de algodão, faça uma bolinha com o algodão (para que não fiquem pêlos soltos do algodão), e coloque o algodão nos ouvidos do cachorro (retire depois do banho, e certifique-se que não ficaram pêlos do algodão no interior do ouvido).

Antes de molhar o cão teste a temperatura da água na parte mais sensível do seu braço. Molhe-o bem com água morna (não esquecer por baixo, na barriga), de seguida espalhe o champô de maneira a fazer espuma por todo o corpo, e com especial cuidado na zona da cabeça, em volta dos olhos, focinho e boca, de maneira que não vá espuma para lá. Se isso lhe acontecer, passe essa zona imediatamente por água.
Repita esta operação mais uma ou duas vezes (consoante a necessidade do pêlo do cão). Depois passe novamente por água e retire bem todo o champô. De seguida espalhe o amaciador por todo o corpo, e deixe actuar um ou dois minutos, massajando suavemente o cão para que não resfrie. Volte então a enxaguar.

Depois do amaciador, e se o seu Yorkie já tem mais de 5/6 meses poderá aplicar um óleo no pêlo, para que este fique mais hidratado e resistente a quebras. Poderá usar por exemplo óleo de amêndoas doces. Encha quase até acima uma garrafa de 1L de água morna e coloque lá uma colher de sopa de óleo de amêndoas doces (ou mais, consoante a hidratação que pretenda), agite bem e deite sobre o pêlo do seu Yorkie. Não torne a passar por água. Aperte o pêlo com as mãos para que saia a maior parte da água, e depois embrulhe-o numa toalha. Não esfregue o pêlo com a toalha, para que não o rompa. Aperte apenas com cuidado para retirar a restante humidade, e de seguida seque-o com secador. Use o secador afastado a uma distância de 20 a 30 cm do pêlo, e tenha cuidado com a temperatura do secador, para que não queime o animal. Enquanto o seca vá escovando novamente o pêlo, no sentido do crescimento do mesmo. Para o pêlo da cabeça, patas e cauda use um pente.
Se aplicou o óleo no pêlo, este por mais que o seque não ficará com o aspecto de pêlo seco, ficará com o aspecto um pouco oleoso, sendo esse mesmo o objectivo da aplicação do óleo.

Nunca deixe o seu Yorkie ficar com o pêlo molhado, porque corre o risco de ele se constipar.
Se se tratar de um cachorro com menos de 6 meses, depois de o secar, deixe-o ficar o resto do dia numa divisão da casa não muito fria, e sem correntes de ar.

Quando quiser dar um passeio pela rua, depois do amaciador não aplique o óleo no pêlo, para que a pelagem do seu Yorkie se mostre com todo o seu esplendor. Chegando a casa pode colocar a mistura do óleo com a água num borrifador, e pulverizar todo o pêlo para que volte a ficar hidratado. Se achar necessário pode passar de seguida pelo secador, para retirar o excesso de humidade.
De Inverno, quando lhe coloca óleo no pêlo, vista-lhe um pijama para que não sinta frio. Nunca vista roupa a um Yokshire de pêlo médio/comprido quando este estiver seco (sem óleo no pêlo), senão irá fazer nós (mesmo que seja por pouco tempo).

Se não tem disposição para cuidar atentamente do pêlo do seu Yorkshire pode optar por lhe cortar o pêlo, para tal consulte um cabeleireiro canino, e escolha o tipo de corte que gostar mais. O corte que é mais usual no Yorkie, e que lhe fica muito bem, é o corte á Westie.

 

Cuidar dos olhos:


Remova as secreções que se formam no canto dos olhos durante o sono com um lenço de papel húmido.

Observe diariamente os olhos, e veja se não se alojaram corpos estranhos neles (como relva, pêlos, etc…). Estes podem causar irritação ou inflamação ocular. Use uma loção própria para limpeza dos olhos.

 

Cuidar das patas:


Uma vez por semana examine as almofadas das patas (ou depois de um passeio no campo). Veja que não tenham espinhos, lascas, ou qualquer outro corpo estranho que possa magoar o animal.

Com uma tesoura corte o pêlo que se encontra por debaixo das patas, entre as almofadas. Isto para que não dificulte o andamento do cão, e para ajudar a evitar que corpos estranhos se agarrem ao pêlo.


(Antes de cortar)                                   (Depois de cortar)

Na parte de cima da pata, o pêlo também deve de ser cortado.


(Antes de cortar)                                 (Depois de cortar)

As unhas devem de ser cortadas regularmente. Tenha cuidado com o corte das unhas, para que não chegue ao sabugo. Como as unhas do Yorkie são pretas torna-se complicado distinguir o sabugo. Peça ajuda a um médico veterinário para que este lhe ensine como cortar.

Existe no mercado produtos próprios para estancar o sangue do animal caso ao cortar a unha chegue ao sabugo. Junte-o á sua mala de primeiros socorros. Caso não tenha este produto em casa, tente estancar o sangue com uma compressa de água fria. Pressione a compressa junto á unha durante alguns minutos.

 

Cuidar das orelhas:


O interior das orelhas deve de ser limpo com regularidade. Tenha cuidado com a limpeza do canal auditivo, para que não danifique os tímpanos (podendo causar a surdez no animal). Como é uma zona sensível peça ajuda a um médico veterinário, para que este lhe explique como fazer. Se não tem experiência nunca use cotonetes para a limpeza dos ouvidos. Use umas compressas próprias, ou até um lenço de papel branco e sem perfume. Existem loções próprias para ajudar na limpeza dos ouvidos, limpam, e ajudam a manter os ácaros afastados.

Os pêlos que crescem no interior do ouvido devem de ser removidos com os dedos, para que não se colem cera e sujidade neles, e para não criar bactérias. Agarre pequenas quantidades de pêlo com os dedos (o mais junto possível da raiz) e puxe rapidamente. Alguns animais mais sensíveis sentem dor nas primeiras vezes que os pêlos são arrancados, se assim  for arrenque apenas uma pequena quantidade todos os dias, até aos pêlos serem totalmente removidos. Será menos custoso para ele. Deverá depois arrancar de vez em quando (assim que os pêlos começarem a crescer), a pele do animal ganhará resistência e ele deixará de sentir dor, e os ouvidos terão muito menos probabilidade de criar otites.

O pêlo na parte superior das orelhas deve de ser cortado com uma tesoura em forma de V invertido. Tenha cuidado para não cortar a cartilagem da orelha (vá sentindo a orelha com os dedos e só depois corte), e faça-o num local com muita luz.


(Antes de cortar)


(A cortar)


(Depois de cortar)


Cuidar dos dentes:

O Yorkshire como quase todos os cães raça pequena tem muita tendência para criar tártaro, deve cuidar dos dentes do seu Yorkie o mais cedo possível, para que ele se vá habituando, e para que nunca chegue a acumular demasiado tártaro.

Os dentes devem de ser lavados pelo menos duas vezes por semana com uma pasta de dentes própria para cães (informe-se com um médico veterinário). Isto para que evite a formação de tártaro e consequentemente graves problemas dentários. Escolha uma escova de tamanho pequeno e suave (pode usar uma escova de bebés humanos á venda em qualquer supermercado).

Pode também dar ossos de couro prensado para ajudar na limpeza dos dentes, ou suplementos especiais para esse fim (informe-se com o medico veterinário). Evite ossos com flúor, uma vez que este é irritante para o estômago.
Caso ele acumule demasiado tártaro deve marcar com um bom médico veterinário uma destartarização. Uma boca com demasiado tártaro pode levar a inúmeros problemas de saúde.

 

 



 

Português (pt-PT)English (United Kingdom)

procurar por:

Newsletter (email):



Data: 23.11.2014